Roteiro Turístico

A Freguesia de Figueira de Lorvão, situada a cerca de 5 quilómetros de Penacova e a 4 de Lorvão, é uma das terras do concelho que mais se tem desenvolvido nos últimos anos, para o que tem contribuído, acentuadamente, a preciosa ajuda dos seus filhos que, espalhados pelas diferentes partes do mundo, nunca esquecem o torrão onde nasceram.
É uma região frequentemente visitada por turistas nacionais e estrangeiros que, subjugados à sua beleza encantadora, aqui vêm fotografar e filmar a serra, onde 14 moinhos de vento despertam atenção e interesse pela sua originalidade.
 
Desta zona privilegiada se observam soberbos panoramas que os olhos não se cansam de admirar, tal a imponência do quadro que a Natureza pintou, ora pendurado na tela aulina do céu, ora espraiando-se por vales, montes e planícies, até à Figueira da Foz.
 
Olhando para as bandas da Ribeira e do Casal, enxerga-se, ao fundo, a mancha alvinitente de Penacova, com seu casario encastoado na vertente, mirando o rio que se espreguiça a seus pés.
Do outro lado, sempre com a brancura das velas enfunadas, cantando mágoas na mansão eólica do tempo, desenha-se a catadupa verdejante do arvoredo, com predomínio dos pinheiros e eucaliptos, pontilhada aqui e além, por pequeninas aldeias, onde vivem, trabalham e rezam almas simples e boas, que formam este formoso rincão da Beira.
Na encosta da serra erguem-se o Monumento ao Imaculado Coração de Maria e a capelinha em honra de S. Sebastião, padroeiro da terra , com duas portas abertas aos crentes. Também aqui neste recanto onde abundam belezas naturais que alguns ignoram e muitos admiram, «há um Portugal desconhecido» que carece de amparo, exige protecção.
 
Sobranceiros à bonita vila de Penacova, o conjunto de Moinhos de Gavinhos é um local especial, pois sobressaem na paisagem, acompanhados por uma imponente imagem do Imaculado Coração de Maria.. 
Daqui o panorama pela zona envolvente é fantástico, na companhia destes moinhos de vento e de uma imagem do Imaculado Coração de Maria, como que a abençoar os ventos, a vila e o trabalho dos moinhos. 
Três destes Moinhos estão ainda em condições suficientes de funcionamento, contudo apenas um funciona hoje em dia, pela mão do único moleiro da aldeia de Gavinhos, moendo o milho, o trigo e o centeio, que durante tanto tempo abasteceu a região e distribuiu para muitas outras.
Vale a pena visitar o Moinho em funcionamento e observar o árduo trabalho do moleiro, e o toda a dinâmica da estrutura, numa arte que se quer mantida e preservada em tempos futuros. 
 
 
MOINHOS DE GAVINHOS
São um dos ex-libris de Figueira de Lorvão e motivo de orgulho das gentes desta terra. No local, pode apreciar-se uma lindíssima paisagem para a Serra do Buçaco (a norte) e para a Serra da Aveleira (a Sudoeste). O complexo contém 14 moinhos de vento, dos quais 3 estão em condições de funcionamento, mas apenas um é realmente utilizado pelo único moleiro ainda em actividade.
Os moinhos de vento fazem parte da cultura do concelho de Penacova. Há muitos anos representavam uma importante fonte de riqueza e subsistência da população.
Perto do local existe também um pequeno campo de futebol, mesas de piquenique, uma torneira, grelhadores, um bar aberto apenas aos fins de semana e um parque infantil.
Deste complexo avista-se ainda outro complexo de moinhos, na Portela de Oliveira (já na Serra do Buçaco).
 
SERRA DE GAVINHOS
A Serra de Gavinhos está situada no município de Penacova, rodeada pelas mais de 150 Aldeias de Penacova, no município de Penacova, no distrito de Coimbra, região das Beiras, com 216,73 km² de área, limitado a norte pelos municípios de Mortágua e Santa Comba Dão, a leste por Tábua, a sueste por Arganil, a sul por Vila Nova de Poiares, a oeste por Coimbra e a noroeste pela Mealhada. Nele passam o Rio Mondego e o Rio Alva e nele se situa a Serra do Buçaco, a Serra de Gavinhos, a Serra da Atalhada e o Lago da Aguieira na barragem da Aguieira. Terra de invulgar beleza paisagística, como por exemplo a Estrada Verde, cercada por serranias onde ainda existem vários moinhos de Vento e atravessada em toda a sua extensão pelos rios Alva e Mondego, onde se situam as Praias Fluviais de Penacova, é igualmente rica pela sua gastronomia, pelos seus costumes e tradições. Visit Penacova inspira-o a escolher-nos para uma visita.
 
 
A VISITAR:
• Igreja Matriz de Figueira de Lorvão
• Capela da Casqueira
• Capela da Granja
• Capela da Mata do Maxial
• Capela de Agrêlo
• Capela de Telhado
• Capela de Alagoa
• Capela de Gavinhos
• Capela de Monte Redondo
• Capela do Golpilhal
• Capela de Sernelha
• Capela em Figueira de Lorvão
• Estátua do Imaculado Coração de Maria (na Serra de Gavinhos)
• Núcleo de moinhos de vento de Gavinhos
• Ruínas de alguns fornos de Cal (na zona de Sernelha)
• Parque de merendas (na Serra de Gavinhos)
• Azenhas "Moinhos de água" (Carvalhal da Mata do Maxial)
 
 
Eucalyptus obliqua L´Herit
Freguesia: Figueira de Lorvão; Concelho: Penacova — classificado em: Árvores de Interesse Público 
Data de publicação 2008-07-31 
Nos termos do parágrafo único, do Artº 1º, do Decreto-Lei nº 28 468, publicado no Diário do Governo, I Série, nº 37, de 15 de Fevereiro de 1938 e do Decreto Regulamentar nº 10/2007, de 27 de Fevereiro, publicado no Diário da República, I Série, nº 41/2007, de 27 de Fevereiro, é classificado de Interesse Público, o Eucalyptus obliqua L´Herit, vulgarmente conhecido por eucalipto, implantado no talude da Estrada Municipal 535, em Sernelha - Albarqueira, Freguesia de Figueira de Lorvão, Concelho de Penacova, pertencente à Câmara Municipal de Penacova, cuja localização se indica em excerto de mapa, extraído da carta militar, folha nº 231, do Serviço Cartográfico do Exército.