Freguesia de Figueira de Lorvão - Penacova
  
                               
Antiga freguesia de São João Baptista, a freguesia de Figueira de Lorvão fica localizada no centro-oeste do Concelho, atribuindo-se aos frades de Lorvão a origem do nome da localidade, cujo território, na sua maior parte, entrou na posse do Mosteiro por doação de particulares em 967. Administrativamente, chegou a pertencer ao Concelho de Coimbra, tendo passado, na primeira metade do Século XIX, para o Concelho de Penacova. A Igreja Paroquial de Figueira pertencia ao padroado das monjas do convento, que apresentavam o vigário e possuíam o privilégio de ali mandar administrar sacramentos sem licença do Bispo.
Desconhece-se como e quando nasceu a povoação, e mesmo em que altura mereceu ser elevada a sede de freguesia. Nenhum documento a refere sobre qualquer pretexto. Pouco se sabe acerca da sua história. Todavia, os vestígios do passado que podemos encontrar (casas senhoriais como a "Casa dos Cedros"), mostram a antiguidade desta terra. Sabe-se que estas terras, foram ocupadas pelos imigrantes da Galiza que trabalhavam na agricultura para o Mosteiro do Lorvão. Ainda hoje as pessoas dizem palavras com sotaque galego. Existiam pessoas denominadas recoveiras que aceitavam encomendas de bens que iam buscar à cidade de Coimbra. Existiu um asilo, junto à Igreja onde hoje é o Centro, que acolhia crianças pobres. Foi terra muito progressiva nos dois últimos séculos e uma daquelas, muito raras, em que o número de habitantes cresceu sempre, regularmente. a 1757 tinha 228 fogos e, por volta de 1870 esse mero tinha subido para 400, chegando a 581, em 50.
 
MANUEL VIEIRA DOS SANTOS
Cónego e Arcipestre, Pároco de Figueira de Lorvão de Janeiro de 1914 a Outubro de 1966.
Completou cinquenta anos ao serviço desta Freguesia, onde desenvolveu grandiosa acção espiritual e material, destacando-se a reedificaçáo da Igreja Matriz, construção do asilo e orientação de inúmeras obras nesta terra.



142401 visitas até ao momento.